O QueroFicarRico se mudou!

Você será redirecionado em 6 segundos. Caso contrário, visite
http://queroficarrico.com/blog/
e atualize seus favoritos.

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Sete Pecados Capitais em Investimentos


Li o livro "Investimentos: os Segredos de George Soros e Warren Buffett", de Mark Tier, que conta como Soros e Buffett fizeram suas riquezas, cada um com seus investimentos, mas com pontos em comum que valem a pena ser conhecidos. Dentre os vários capítulos interessantes desse livro, um se destaca por listar os sete pecados do investimento. A seguir, a lista:

1 - Acreditar que você precisa prever o próximo passo do mercado para obter um excelente retorno;
2 - Acreditar em um "guru"; se eu não sou capaz de prever o mercado, há alguém em algum lugar capaz disso. Tudo o que preciso fazer é encontrar esta pessoa;
3 - Acreditar que é por meio de informação privilegiada que se consegue ganhar muito dinheiro;
4 - Diversificar;
5 - Acreditar que é necessário assumir riscos muito altos para obter grandes lucros;
6 - Acreditar no "sistema"; alguém, em algum lugar, desenvolveu um sistema - uma fórmula secreta que combina analises técnicas e fundamentalistas, negociações computadorizadas, triângulos de Gann e, quem sabe, astrologia - que garante a obtenção de lucros nos investimentos;
7 - Acreditar que você sabe o que trará o futuro - e ter certeza de que o mercado inevitavelmente irá provar que você está certo.

Concordando ou não com elas, essa lista é uma conclusão que o autor chegou ao observar o comportamento tanto de Buffett quanto de Soros. Vale lembrar que Soros é, atualmente, o 71o homem mais rico do mundo. Já Buffett é ainda mais: o segundo homem mais rico do mundo.

2 comentários:

Daniel Pereira disse...

Rapaz, concordo com alguma delas também, mas a de diversificar é a que soa mais estranho para mim.

Acreditava que a máxima dos investimentos era a do "não ponha todos os ovos numa única cesta".

Talvez o problema seja diversificar demais. Mas todos sabemos que tudo em excesso é prejudicial. Até dinheiro! :)

Abraços,
Daniel

Rafael Seabra disse...

Daniel,

A intenção de não diversificar (muito) é que se você fez um estudo e identificou qual a melhor oportunidade, não deveria fazer sentido colocar em outras. Mas você está correto quando fala que o errado é diversificar muito.

O problema é que muitos bancos colocam investem em vários setores de mercado, muitas vezes opostos (com o dolar em queda, vários setores se beneficiam e outros se prejudicam), pra garantir que se um cair, o outro sobe.

É nisso que a diversificação está errado :)

Abraço!